Congresso de Odontologia termina neste domingo

O 12º Congresso de Odontologia do Rio Grande do Norte termina neste domingo (26) e já contabiliza os resultados positivos. Durante os quatro dias de evento, que começou na quinta-feira (23), cerca de duas mil pessoas, entre dentistas, cirurgiões-dentistas, estudantes de odontologia e visitantes, passaram pelo Congresso. O Congresso, que é promovido pela Associação Brasileira de Odontologia seção Rio Grande do Norte (ABO-RN), está sendo realizado no Centro de Convenções, em Ponta Negra.

O tema central do Congresso este ano é o “Impacto da Tecnologia na Prática Odontológica”. O evento tem o objetivo de apresentar e debater sobre os principais avanços em pesquisa, tecnologia e ciência em Odontologia. Além de contar com a presença de grandes nomes nacionais e internacionais da odontologia, como o fundador do Centrinho, que é referência na América Latina em fissuras lábio palatinas, José Alberto Souza Freitas, conhecido como Dr. Gastão.

De acordo com o presidente do Congresso, José Ivo Queiroz do Amaral, embora o Congresso só termine neste domingo, o balanço que pode ser feito é bastante positivo, pois, segundo ele, os objetivos e metas traçados foram alcançados. “Percebemos isso na primeira análise que fizemos dos números, da satisfação dos congressistas, dos palestrantes e dos expositores. Superamos a nossa expectativa. Todo o congresso é planejado para, além de dar condições de aprimoramento e aperfeiçoamento aos profissionais, trazer benefícios para a sociedade e isso já foi alcançado”, destacou o presidente do Congresso.

José Ivo Queiroz disse que, apesar de o Congresso de Odontologia do RN já ser um evento consolidado, o desafio a cada ano é apresentar algo novo aos profissionais. “Temos que estar atentos e atualizados em relação as novas tecnologias no ramo da odontologia mundial e trazer para o Congresso para que os profissionais possam se apoderar dessas novas tecnologias”, afirmou.

Para o Diretor de Divulgação da ABO-RN, Ivanóide Maia de Oliveira, o tema deste ano faz com que os profissionais e estudantes que participaram do Congresso tenham um conhecimento amplo de todas as especialidades da odontologia, além de conhecer o que há de mais moderno em termos de materiais e equipamentos odontológicos e novas técnica de implantondontia. “O Congresso proporciona a atualização em diversas áreas para os profissionais, que termina por melhorar a autoestima, e resulta na melhor prestação de serviço a sociedade, já que todas as áreas foram contempladas”, afirmou.

Durante o congresso, diversos eventos acontecem de forma simultânea, como o 3º Congresso de Odontologia Legal do RN, que na manhã deste sábado realizou o curso de Avaliação do Dano Pós-Traumático em Foro Civil e Securitário; a 4a Jornada de Técnicos em Prótese Dentária do RN, que realizou um curso sobre Prótese Sobre Implante e Atualização em Odontopediatria: Tratamento Endodôntico em Odontopediatria; e a 7a Expodente. Além disso, também está sendo realizado o 1º Fórum de Tratamento das Deformidades Dentofaciais do RN, um dos eventos mais prestigiados do congresso.

As Deformidades Dentofaciais são um grave problema de saúde, provocam alterações na estética facial (insatisfação pessoal, baixa auto-estima), mastigação (dificuldade de mastigar alguns alimentos, problemas digestivos, cefaléia, dores na ATM), respiração (respitação bucal, cansaço) e fala (posicionamento errado da língua, dificuldade de pronunciar algumas palavras). No Fórum serão abordados o panorama atual, os problemas correlacionadas como a relação com a apnéia do sono, as complicações e as indicações de tratamento.

Na manhã deste sábado, o especialista em odontologia, com ênfase em ortodontia, José Augusto Mendes Miguel, da UERJ, trouxe para o Fórum de Tratamento das Deformidades Dentofaciais, um curso sobre Cirurgia Ortognática pela Técnica de Benefício Antecipado, além de fazer um panorama atual a respeito das indicações clínicas, princípios biológicos e previsibilidade da ortodontia.

“É uma nova técnica, com assuntos controversos, que precisamos deixar de lado o que conhecemos e os preconceitos a respeito das deformidades dentofaciais. O que me despertou o interesse por essa técnica foi a reação de alguns pacientes em função da deformidade que eles possuem e depois, pelo resultado obtido pela cirurgia realizada pela técnica de Benefício Antecipado”, explicou o especialista.
José Augusto Mendes explica que o Benefício Antecipado é uma nova técnica que tem revolucionado o tratamento de desarmonias dentofaciais, entre elas o Prognatismo, em que o maxilar inferior é maior do que maxilar superior, e o Micrognatismo ou Retrognatismo, em que maxilar inferior é menor do o normal. O novo tratamento antecipa os benefícios aos pacientes que, no método tradicional, demoram, aproximadamente, um ano e meio para desfrutar dos resultados. O tratamento também pode ser feito por pessoas que tenham a face muito curta, achatada ou muito longa.

O especialista explica que na nova técnica, a cirurgia é feita pouco depois da montagem do aparelho ortodôntico, o que antecipa os benefícios, ressalta o especialista. Depois da operação, a face passa a ter uma harmonia, mas os dentes continuam mal relacionados, só que em outra posição. “Os dentes serão levados para o local correto com o auxílio de pequenos implantes temporários, presos ao aparelho por elásticos ou molas e serão retirados ao final do tratamento com anestesia local. A operação também é realizada por um cirurgião bucomaxilofacial, semelhante ao método tradicional”, disse. Outra vantagem para o paciente é a redução em 40% do tempo total de tratamento em relação ao método convencional, o que diminui custos e incômodos.

Deixe seu comentário


Notícias

ABO

No Facebook

ABO

No YouTube

ABO

No Instagram