Dr. Clemente Galvão recebe homenagem no Jornal de Hoje

CLEMENTE GALVÃO NETO

PROFISSÃO

CIRURGIÃO-DENTISTA, autodidata , com rico curriculo acadêmico, como diversas comendas dentre as quais: René Le Fort, do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-faciais, Mérito Odontológico Nacional do Conselho Federal de Odontologia, Medalha Clemente Galvão Neto, instituída pela Academia Norte- Rio Grandense de Odontologia da qual foi fundador e responsável pela instalação, do maior Museu da Odontologia do País, com acervo de aproximadamente15 mil peças. Fez parte da gestão do reitor da UFRN, Domingos Gomes de Lima, ocupando 12 cargos importantíssimos, nas decisões dessa instituição.

ELEGÂNCIA E MANIAS

Seus cabelos rigorosamente arrumados, terno branco de linho impecavelmente engomado, sapatos brancos e gravatinha borboleta, perfumado com a colônia English Lavander chamavam a atenção por onde circulava.As suas camisas esportivas “by Maria Costureira” tinham que ter bolso esquerdo, duas pequenas divisórias , nas quais inseria uma conjunto de canetas prateadas ”Cross”, utilizadas para anotações em pacinhos de papel acomodados no outro compartimento.

LIDERANÇA
Líder nato nas associações de classe, ensino e na formação de sua equipe de trabalho da Disciplina de Cirurgia Buco-Maxilar da UFRN, na qual era expectador permanente nas aulas ministradas pela mesma. Sentado na última cadeira do auditório, como ouvinte, ele anotava possíveis falhas, a respeito do conteúdo da aula, para serem corrigidas oportunamente. Um exemplo não mais verificado nos dias de hoje.

AMOR
Tinha alegria e amor à vida e a tudo o que ela lhe proporcionava; o lazer sempre desfrutado ao lado dos familiares e amigos, alguns dos quais, reuniam-se semanalmente e alternadamente nas suas residências para falarem sobre amenidades e assuntos culturais. Amava usufruir de sua casa na Lagoa do Bonfim, como também na praia de Maracajaú , na qual reunia toda a família no período de veraneio.

HUMILDADE E GENEROSIDADE

Os que privaram de sua amizade, de modo particular, oito operários que exerciam diferentes funções na sua oficina, além de remunerados, tinham também o privilégio de compartilhar à mesa , do almoço diário. Enfim, Dr. Clemente ao longo dos seus 86 anos, deixou marca registrada em tudo o que fez e inúmeros órfãos à deriva.

Deixe seu comentário


Notícias

ABO

No Facebook

ABO

No YouTube

ABO

No Instagram