Responsabilidade Social: ABO-RN participa da Caravana em Defesa do SUS no RN

Com o objetivo de sensibilizar as autoridades públicas, as representações sociais e a sociedade em geral, para a mobilização e adoção de ações em defesa do Sistema Único de Saúde e dos seus princípios basilares, universalidade, equidade, integralidade, foi promovido, pelo Conselho Nacional de Saúde ,ontem, no auditório da Cemure em Natal, a Caravana de Defesa do SUS .
Durante a abertura do evento estiveram presentes além de diversos representantes de segmentos da sociedade, o representante do Ministério da Saúde Antônio Alves de Souza, o secretário de saúde do Estado do Rio Grande do Norte, George Antunes, a secretária de saúde do Natal, Ana Tânia Sampaio, a promotora do Ministério Público, Elaine Cardoso, o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Francisco Canidé, a presidente do Conselho de Secretários de Saúde Solane Costa e o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Francisco Júnior.
Vestindo camisas com os dizeres “em defesa da saúde do povo brasileiro”, patrocinadas pela ABO-RN estudantes de odontologia e profissionais, demonstraram que o processo de engajamento social está em renovação constante. “Vivemos um momento de grave crise na saúde pública brasileira onde somente com a união de todos e a pressão social poderemos fazer com que a classe política invista mais nesta área ”, afirmou Dr. Pedro Alzair presidente da ABO-RN.
Para o presidente do Conselho Nacional de Saúde Francisco Júnior, após 21 anos de existência o SUS está em xeque, com o avanço da organização do setor privado e o momento de agudização das suas fragilades. “A atual conjuntura do Sistema marcado pela impunidade e refém de interesses políticos, da saúde vista como mercadoria, exige uma mobilização nacional do povo brasileiro para que o mesmo não seja inviabilizado e desvirtuado de seus princípios”. O presidente do CNS enfatizou ainda que o SUS é modelo internacional de justiça social, devido ao acesso irrestrito da população aos seus serviços, independente de contribuições financeiras, devendo portanto ser defendido como Patrimônio Imaterial da Humanidade.
A Secretária de Saúde Ana Tânia Sampaio destacou a necessidade de discutir a política de recursos humanos do SUS. A promotoria de Saúde Elaine Cardoso lembrou a importância do momento como oportunidade de reconhecer os avanços e benefícios do sistema, identificar os desafios e descobrir novos caminhos.

Deixe seu comentário


Notícias

ABO

No Facebook

ABO

No YouTube

ABO

No Instagram