ABO Nacional lança prêmio Odontologia em UTI: vencedor recebe R$9.000

Iniciativa vai premiar melhores pesquisas na área de Odontologia em UTI. Entrega de trabalhos vai até 30 de junho próximo.Resultado será divulgado no dia 1º de agosto, e a premiação acontece na Reunião Anual da SBPqO de 2010. No Fórum Cirurgião-dentista na Equipe Multiprofissional das UTIs, foi anunciada a primeira edição do Prêmio, destinado ao melhor projeto de pesquisa na área de Odontologia na UTI. O objetivo da iniciativa é focar no processo de expansão e consolidação de competência nacional e no avanço do conhecimento científico e tecnológico, em todas as áreas do conhecimento. As inscrições dos trabalhos vão até o dia 30 de junho deste ano, e os resultados serão divulgados no dia 1º de agosto. A premiação acontece na Reunião Anual 2010 da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO). Os trabalhos devem ser inéditos, dentro das normas Vancouver, e enviados pelo e-mail secretaria@amib.org.br. Regulamento e demais informações podem ser obtidos no edital do concurso, publicado no Portal ABO (www.abo.org.br) e no portal da Amib (www.amib.org.br). Norberto Lubiana, presidente da ABO Nacional, falou do trabalho político que vem sendo feito em defesa do projeto de lei da UTI – que nasceu de uma reportagem da Revista ABO Nacional –, envolvendo aproximação com outras entidades, parlamentares e alerta à própria população. “Esta é uma responsabilidade social das entidades e dos hospitais. Temos que lutar por mais esta conquista.” O lançamento se deu na presença do presidente nacional da ABO; das diretoras do Departamento Amib-ABO, Teresa Márcia de Moraes e Maria Cristina Brunetti; de Edela Puricelli, cirurgiã bucomaxilofacial e presidente da Associação Latino-americana de Cirurgia Bucomaxilofacial (Alacibu); e da médica Celi Vieira, da Amib. Saúde bucal no Estatuto do Idoso – O dep. Paes de Lira, que abraçou a causa dos CDs em equipes de UTIs e participou do fórum, anunciou ter enviado para discussão na Câmara Federal projeto de lei de sua autoria que propõe alterações no Estatuto do Idoso, incluindo atendimento odontológico em clínicas e nos postos de saúde durante as campanhas de vacinação e atendimento psicológico e fisioterápico em clínicas especializadas ou credenciadas. “A saúde bucal, parte integrante e inseparável da saúde geral dos indivíduos, tem sido relegada ao completo esquecimento, no caso brasileiro, quando se discutem as condições de saúde da população idosa. Percebe-se que a perda total dos dentes é aceita pela sociedade como algo normal e natural com o avanço da idade, o que evidentemente é falso. No que tange as ações programáticas de saúde bucal voltadas para a terceira idade, estas são praticamente inexistentes em nosso país”, ressalta o parlamentar na justificativa do PL. A íntegra do documento pode ser acessado no site www.senado.gov.br. Simpósio – No Simpósio Presença do CD na UTI, Eduardo Saba-Chujfi falou sobre A Importância da Conscientização sobre Medicina Periodontal nos Hospitais; Teresa Márcia Morais, sobre a Atuação do Cirurgião-dentista da UTI; e Maria Cristina Brunetti, sobre Odontologia Sistêmica – A Inclusão de Cirurgiões-dentistas nas Equipes Multiprofissionais das Unidades de Terapia Intensiva – UTIs.

Deixe seu comentário


Notícias

ABO

No Facebook

ABO

No YouTube

ABO

No Instagram